terça-feira, 8 de julho de 2008

Partes (Dani)

Dizem que você sempre espera o amor. Mas não adianta muito, porque ele nunca vem de uma vez, ele vem em partes...
Eu amei quando meus olhos estavam cheios de lágrimas e eu evitei olhar pra você. E quando olhei, os seus também estavam e foi o momento mais feliz da vida.
Aquele dia que você deitou na grama e ficou conversando comigo até minha bebedeira passar e até minha dor passar. Eu te amei naquele dia.
Por falar em dor, eu te amei muito quando você dormiu comigo no chão da sala no pior dia da minha vida.
Quando você dormiu no meu ombro no cinema, então. Amei essa parte sua. Nunca achei que você era do tipo que dorme em ombros.
Eu amei quando você me ensinou o quão bom é fazer carinho no pé usando seu próprio pé. Amei aquilo, meus pés sentem falta.
Amei aquela parte sua que me olhou nos olhos e disse que estava desistindo de resistir à mim. Aí eu podia fechar os olhos tranquila e beijar você.
Adorei quando você me ensinou a comer yakissoba com palitinhos. E adorei quando eu te ensinei ioga dentro da barraca quando a gente acampou.
Todas as vezes que você me deixou em casa e a gente ficou namorando na porta. Sua cara quando eu voltei de viagem. Sua cara de susto ao me dizer que há muito tempo você não sentia aquilo de novo. Sua cara de tudo bem quando eu te deixei quase uma hora esperando e você ainda estava sentadinho lá.
Tantas partes... Eu amei todas.
Seu jeito de me pegar no colo no mar. Eu reclamava, mas amava seu jeito de me pegar no colo no mar.
Seu jeito de me beijar na varanda e me levar no colo pra sala, como se eu pesasse dez quilos. Suas brincadeiras de dizer que minha tatuagem atrás da orelha deveria ser um alvo, não uma rosa.

O amor vem em partes mesmo. Mas então porque raios todas essas partes não se juntam num homem só???

2 comentários:

Felippe disse...

rs...é, sempre queremos tudo..mas a perfeição não tem graça..tu falou de boas qualidades...e pouco de defeitos. A graça de um relacionamento tb esta em saber admirar a perfeição da imperfeição.

Chubaiuba disse...

hehe esse é um dos poucos textos que eu deixei os defeitos de lado... é minha "homenagem" hehe