quinta-feira, 3 de julho de 2008

Eu tenho dó de você (Dani)

Se você nunca amou. Se você nunca pegou sua mochila e foi embora, simplesmente. Se você nunca sentou no chão e chorou, por não ter mais forças pra nada. Se nunca gritou ate a garganta doer numa viagem de carro. Se nunca foi pego dançando na frente do espelho e ficou com vergonha. Se nunca teve cara de pau de bater de porta em porta pedindo emprego. Se você nunca teve culhões de fazer as próprias fofocas e se alimenta da dos outros. Se você não se permite sair de casa sem pentear o cabelo, ou combinar a roupa. Se você nunca chorou de desespero.
Se você nunca se atirou no mar num dia de inverno e chuva. Se você nunca nadou a noite. Se você nunca nadou pelado. Se você nunca disse "eu te amo" sem ser correspondido. Se nunca se sentiu pequeno na imensidão do deserto, ou no mar. Se você se sente grande. Se você é importante a ponto de não sentar na guia. Se sua roupa é cara o bastante pra não jogar bola. Se você olha pros seus músculos enquanto transa. Se você nunca dançou ate realmente não poder mais. Se você não vai ao aniversario dos seus amigos. Se todas as suas amizades têm menos de cinco anos e você tem mais de 10. Se você nunca altera seu tom de voz. Se suas roupas, seus moveis e sua casa são todos em tons pastéis. Se seus sapatos combinam com a sua bolsa. Se você não tem um hobby, uma paixão. Se você só se apaixona por pessoas. Se você não é capaz de passar horas fazendo alguma coisa só pra você. Se você não consegue parar e comprar um cachorro-quente pro menino de rua.
Se você não tem amigos. Se você nunca abraçou seu amigo no final da balada e foi embora com ele, rindo, um ajudando o outro e os dois celebrando a vida. Se você não sabe dar valor a um amigo. Se você tem inveja. Se você ri de quem tem fé, se ri de quem vai à igreja e se menospreza quem não vai.Se você se esconde atrás de sorrisinhos amáveis, palavras sempre bem vindas, gestos medidos.
Se você nunca caiu na rua. Se você esconde seus medos atrás da frase "eu não preciso disso". Se você renega seu passado e finge que ele não existiu. Se você vira as costas pra quem já te ajudou a crescer. Se você finge que nunca ERRA: eu tenho dó, muita dó de você.

2 comentários:

Raquel disse...

Sinceramente, esse texto é perfeito!!! Você deveria patentea-lo, rs...

Chubaiuba disse...

Haha, eu pretendo... mas postar aqui já é meio uma forma de deixar claro que é meu!